Publicados Opinião


Opinião »

Hoje, no duaslinhas.pt, o Jornalista Carlos Narciso apresenta-nos um excelente trabalho – dos muitos que fez – em Timor-Leste e que data do tempo em que havia Jornalistas. Hoje, diz-nos que há, pelo menos, 825 cidadãos timorenses a viver em Portugal, sem casa, sem trabalho, vítimas de exploração e de toda a sorte de abusos.

Opinião »

O país, oh “kunçaraças” parou! A tão ansiada afirmação do poder local, antes da curva do vento, em 2023, sofreu um novo e rude golpe, com a introdução, no léxico partidocrata de uma expressão “polisesterca”: “ASSANHADAMENTE. Ela retrata a negação das tão ansiadas primeiras eleições autárquicas, em Angola.

Opinião »

Ao tentar compreender, a partir do exemplo da Presidente do Tribunal Constitucional ou do procurador-geral de Angola, as razões pelas quais os nossos magistrados (também) têm o cérebro ligado aos intestinos do presidente do MPLA, esbarrei no texto que se segue e que publiquei em 2011. Qualquer semelhança com o que se passa, 11 anos depois, em Angola é, ou não, mera coincidência.

Opinião »

Hoje, mais do que ontem, percebo as razões pelas quais nos mataram, prenderam e denegaram justiça, ao longo de 47 anos, principalmente, no 27 de Maio de 1977, onde o MPLA e Agostinho Neto se convenceram ser os donos de Angola e dos angolanos, ao cometerem um dos maiores crimes de genocídio do mundo, com o fuzilamento.

Opinião »

Os portugueses Paulo Portas, Carlos César e José Luís Arnaut foram escolhidos pelo candidato do MPLA, João Lourenço, para serem observadores nas eleições legislativas do próximo dia 24, e que – segundo confidenciou Marcelo Rebelo de Sousa ao próprio João Lourenço – o MPLA já ganhou.

Opinião »

O acto eleitoral do passado dia 24 de Agosto, mostrou 3 factos importantes: 1 – uma eleição calma, descontraída, soberana e sem makas; 2 – uma elevada abstenção; e 3 – um forte indício de mudança.

Opinião »

É por demais evidente que a constituição de uma Comissão Nacional Eleitoral (CNE) à maneira, deixa ficar todos com um pé atrás quanto à veracidade dos resultados eleitorais. Embora o líder da UNITA já tenha, em certa medida e fazendo fé no que li em alguns meios de comunicação, aceite que o MPLA tenha sido o partido mais votado e consequentemente com mais mandatos, manifesta as suas dúvidas quant

Opinião »

A cerimónia de investidura do Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, e da vice-presidente da República, Esperança Maria Eduardo Francisco da Costa, vai ter lugar em Luanda, na Praça da República, segundo uma nota divulgada na página da Presidência do reino no Facebook.

Opinião »

O combate de João Lourenço à corrupção foi um combate fingido. O Presidente deu sinais de abertura no início de mandato, nomeadamente até parecendo tolerar alguns opositores políticos, como Rafael Marques ou Luaty Beirão. Chamou à esfera da Administração personalidades respeitadas, como Lopo do Nascimento ou Marcolino Moco. Mas estas aproximações mais não eram, afinal, do que operações de charme,

Opinião »

Os jornalistas em actividade em Angola vão ter de possuir curso superior para acederem à carteira profissional, obrigatória, conforme prevê a lei do Estatuto do Jornalista, aprovada pelo Parlamento e que aguarda publicação. Não será suficiente, como noutras actividades, ter apenas o cartão de militante do MPLA?

Opinião »

Estou indignado e envergonhado. A indignação e a vergonha aumentam todos os dias. Nem o facto de todos os dias existirem motivos para estar indignado e envergonhado ajuda a diminuir o volume da minha indignação e vergonha. Pelo contrário. O nosso Povo merece que esteja indignado e envergonhado e que, com todas as letras, o assuma. E que, com todas as forças, lute para que o país mude.

Opinião »

A UNITA e a CASA-CE, como era esperado pelo MPLA e (talvez) ordenado pelo regime, não participam institucionalmente na manifestação cívica, do próximo sábado, contra a nomeação – pelo pai – de Isabel dos Santos para Presidente do Conselho de Administração da Sonangol.




Cheap Faro airport Car Hire